De um modo geral, dentro da Cadeia de Valor de qualquer empresa, um dos processos fundamentais de suporte é o de “Gerenciar os Recursos Humanos” da organização. Este macro processo se subdivide em 12 processos dentro de 5 áreas básicas, a saber:

Na área básica de PROVISÃO

1. Recrutamento e Seleção: Este processo capta e seleciona novos profissionais. O foco do processo é analisar qual tipo de profissional a empresa necessita e como a contratação deve ser realizada.

2. Desligamento: Processo realizado através da rescisão contratual entre empregado e empregador. Envolve diversos procedimentos e critérios que devem ser adotados para que o desligamento ocorra conforme as leis trabalhistas.

Na área básica de APLICAÇÃO

3. Avaliação de Desempenho e Orientação: O processo tem como objetivos mensurar e analisar o desempenho individual e de grupos de empregados, promovendo o desenvolvimento, bem como dando ferramentas para melhorar o desempenho das pessoas e das equipes.

4. Análise de Cargos e Carreiras: Este processo se subdivide em três: o de descrição de cargos que se preocupa com o que as pessoas fazem; o de análise que determina os requisitos para desempenhar uma função, as responsabilidades envolvidas, o grau de instrução, e a capacidade de desenvolvimento da pessoa; e o do plano de carreira que é uma consequência destes dois processos, mas deve ser buscado mais pelo empregado do que pelo órgão de RH.

5. Remuneração e Benefícios: Este é o processo de recompensar pessoas e compreende três subprocessos, o de remuneração, o de programas de incentivo, e o de benefícios. O primeiro, é fundamental para a competitividade da empresa, uma vez que os funcionários devem perceber suas remunerações como decorrentes dos resultados que eles estão dando para a organização e pelas responsabilidades que assumem. Já o segundo, visa premiar os que possuem um desempenho acima da média. O terceiro, pode ser usado como complemento do primeiro, se os benefícios dados pela empresa forem simples e padronizados; ou do segundo, se forem avançados, acima do que pratica o mercado.

6. Planejamento e Arquitetura Organizacional: Este é o processo que alinha toda a área de recursos humanos com as estratégias da empresa, através do planejamento de suas necessidades de profissionais, do desenvolvimento das competências necessárias à atuação da empresa, e da forma mais eficiente de estruturar suas funções através de um organograma otimizado.

Na área básica de DESENVOLVIMENTO

7. Treinamento e Desenvolvimento: Este é o processo que ajuda o empregado a ser mais eficiente no seu trabalho atual ou futuro; introduzindo ou reforçando hábitos de pensamento e ação, bem como desenvolvendo seus conhecimentos habilidades, e atitudes.

8. Comunicação Interna e Endomarketing: São dois processos com os mesmos objetivos, o engajamento do empregado, a melhoria do clima organizacional e a redução do turnover (rotatividade) voluntário. Contudo, o primeiro é mais passivo, transmitindo apenas informações da instituição através de canais internos, e das lideranças para os funcionários. Já o segundo, aborda o funcionário como um cliente interno, objetivando criar fidelidade, permitindo que trabalhem em prol da organização, atendendo melhor os clientes finais da empresa.

Na área básica de MANUTENÇÃO

9. Provimento de Segurança e Saúde no Trabalho: É um processo com dois aspectos relevantes aos profissionais que trabalham na empresa: bem-estar e disposição. Visa a criação de um sistema que livre as organizações de riscos danosos nos ambientes de trabalho, garantindo o bem-estar físico e mental dos trabalhadores.

10. Relações Industriais (Sindicais e Trabalhistas): Este processo trata um conjunto de normas e procedimentos que são desenvolvidos visando o alcance da eficiência no desempenho das tarefas, além de criar um vínculo entre a administração e os trabalhadores, muitas vezes representados pelos sindicatos.

11. Administração de Pessoal: Este processo se desdobra em seis subprocessos, que são o registro funcional do empregado, o processamento da folha de pagamento, a concessão de benefícios e licenças, o controle de frequência, o controle de movimentação e progressões dos empregados, e a gestão de expatriados. Em suma, é uma espécie de bureau operacional da área de recursos humanos.

Na área básica de MONITORAÇÃO

12. Administração dos Sistemas de Informação de RH: Este processo administra um sistema de informação que auxilia cada profissional da área de RH em todas as suas funções. Ele coleta, registra, armazena, analisa e recupera dados sobre os recursos humanos da empresa e sobre suas atividades. Também fornece dados de suporte à decisão dos gestores da organização.

Para saber mais sobre o tema visite o site da Quântica Treinamento Empresarial em http://www.quanticaconsultoria.com

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s