Um controle de gestão é um sistema que produz informações para avaliar o desempenho de uma organização em seus aspectos humanos, financeiros, operacionais e comerciais. Ele também visa assegurar a execução da estratégia através da comparação de resultados com os objetivos estratégicos da organização. Nos aspectos humanos ele atua na orientação das pessoas para o alcance dos resultados esperados.

Gomes e Salas (2001) explicam que o controle de gestão é um “mecanismo de reforço do comportamento positivo e correção de rumo no caso de resultados não desejados”. Esses controles podem auxiliar os gestores a melhor utilizar os recursos da empresa, fornecendo informações reais e em tempo certo para que as decisões possam ser bem embasadas.

De acordo com Maluche e Queiroz (2000), as etapas para um controle de gestão apropriado são as seguintes:

1. Planejamento para o controle: Compreende a definição do negócio, a explicitação da missão da empresa e dos objetivos gerais da organização, além da estruturação de um planejamento estratégico da empresa;

2. Organização para o controle: Abrange o estabelecimento de uma Controladoria, a preparação de uma arquitetura organizacional para a empresa e a definição das funções e atividades de cada departamento;

3. Preparação para um controle integrado de gestão: Prevê a disponibilização de um sistema de informações gerenciais automatizado, sustentado por um processo de coleta e articulação dos dados necessários ao controle de desempenho da organização;

4. Criação de Instrumentos de controle da performance: Conta com a criação de um controle de custos, um controle orçamentário e um controle de performance do negócio, através do estabelecimento de um sistema de indicadores de desempenho;

5. Garantia da Qualidade do desempenho empresarial: Contempla a elaboração de um sistema de gestão e controle da inovação, do capital humano e das ações estratégicas da companhia.

Consequentemente, as disciplinas, temas e ferramentas que devem ser estudados para que um controle de gestão seja eficiente são: Contabilidade administrativa e de custos, gestão do desempenho empresarial, accountability, Balanced Scorecard, centros de custo, centros de responsabilidade, controladoria, custeio baseado em atividades, gestão de riscos, indicadores- chave de desempenho (KPI), painéis de controle empresarial, métodos de tomada de decisão.

Por fim, cabe ressaltar que um controle de gestão eficiente pode produzir os seguintes efeitos:

– Uma potencialização do êxito no processo decisório;
– Um aumento do foco dos profissionais nos resultados da organização;
– Um melhor uso dos recursos financeiros da empresa, em especial o CapEx.

Para saber mais sobre o tema visite o blog Para Ler, Refletir e Relaxar em http://blogwgs.tumblr.com

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s