por João Paulo Iunes

Planos direcionam nossas decisões de investimentos. Com eles, podemos aceitar ou rejeitar um projeto. O processo de planejamento sucessivamente gera e refina os planos.

O planejamento ajuda a conhecer quais as necessidades das pessoas, clientes e de recursos (incluindo pessoas) – quanto, quando, perfil, etc. – num dado período.

Planos nos ajudam a conhecer se uma operação/projeto está na trilha de entrega dos resultados que o cliente espera. Sem planos nossos projetos e empreendimentos ficam vulneráveis a um grande número de problemas.

Planos permitem responder perguntas do tipo: poderemos entregar esse projeto em junho? Poderemos atender com os níveis de serviços exigidos em contrato? Quais são as etapas mais críticas que podem dar errado? Que variáveis ou situações podem ter maior impacto nos resultados?

Se planos são difíceis e se estimativas precisas só são obtidas no decurso de um projeto, porque planejar?

Um bom processo de planejamento apresenta os seguintes benefícios: reduzir riscos e incertezas, suportar melhores decisões, estabelecer confiança, prover informações.

Apresentaremos nos próximos posts (4) razões frequentes do planejamento.