Muitos filósofos, poetas e pensadores ilustres, ao longo da história deixaram suas impressões sobre as inevitáveis mudanças que continuamente irrigam o planeta, e em última análise, o universo. Dentre as interessantes, se pode citar: “É na mudança que encontramos um objetivo.”, Heráclito; “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”, Charles Darwin; “Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: E, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”, Fernando Pessoa; “As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem.”, Chico Buarque; “A mudança é o progresso através do qual o futuro invade nossas vidas.”, Alvin Toffler; “Aqueles que não amam a mudança são, verdadeiramente, visitantes da Terra.”, Richard Bach.

No ambiente das organizações não é diferente. O mercado muda por três razões básicas: Mudanças de hábitos das pessoas, trazendo oportunidades para uns e ameaças para outros; as aplicabilidades das novas tecnologias, ou seja, as inovações; e o movimento de globalização, que ficou mais forte no planeta nas últimas décadas, o que o físico Michio Kaku chama de tentativa de alcançar o estágio de uma sociedade do tipo I: Planetária.

Se o ambiente externo muda, as empresas necessitam se adequar a estas mudanças ou estarão “fora do negócio” em pouco tempo. Mas como fazer para gerenciar as mudanças necessárias dentro de uma organização? Afinal, as pessoas não têm medo das mudanças, até apreciam as oportunidades que elas propiciam, mas temem as ameaças que elas trazem.

Para começar é necessário entender que durante um processo de mudança a empresa passa por três estados distintos: O Estado Presente, ou seja, como ela está antes da mudança; o Estado de Transição, quando as partes se encontram em estágios diferentes da mudança; e o Estado Futuro, quando a empresa está praticamente onde deseja chegar com a mudança. Para cada um destes estados recomendam-se algumas ações aos gestores da mudança para um exitoso projeto.

No Estado Presente – Aqui se necessita descongelar o Estado Presente com reuniões entre os agentes da mudança, que são as pessoas selecionadas pelo gerente do projeto, que estão espalhadas pelas suas principais áreas. Nesta fase recomenda-se:

– Explique os problemas e oportunidades da organização (estado futuro);

– Explique o custo do status-quo (estado presente);

– Demonstre forte comprometimento do patrocinador do projeto (legitimidade);

– Especifique, esclareça, comunique as mudanças necessárias;

No Estado de Transição – Aqui se faz necessária muita comunicação aos ALVOS da mudança sobre sua necessidade e sobre o andamento do projeto nas outras áreas da empresa, mostrando que o movimento é irreversível. Nesta fase recomenda-se:

– Proveja estrutura e suporte para encorajar o movimento;

– Dê aos ALVOS recursos logísticos, econômicos e políticos para alcançar o que foi pedido;

– Continue a reforçar a necessidade de mudança e focar no futuro;

– Informe, esclareça sobre o andamento da mudança;

– Identifique oportunidades do patrocinador do projeto enviar sinais de compromisso;

– Incentive os ALVOS a demonstrarem seus receios e opiniões e os trate como legítimos;

– Designe papéis e tarefas de forma a comprometer os ALVOS;

– Recompense os ALVOS que são receptivos à mudança;

– Dê especial atenção os ALVOS que são resistentes;

No Estado Futuro – Nesta fase existe a necessidade de confirmar o estado desejado, ou seja, mostrar o quão importante foi para a organização ter atingido este novo status-quo. Com a mudança praticamente implantada, recomenda-se:

– Continue a demonstrar comprometimento;

– Continue a usar a Gerência de Consequência, que significa prover apoio e infraestrutura aos que ainda têm coisas a fazer para atingir a plena mudança; e o reconhecimento e premiação pelo esforço realizado para tal;

– Reconheça o esforço de todo os ALVOS durante a fase de transição, mesmo aqueles que demoraram a aderir!

– Comemore todas as vitórias, todas!

Para saber mais sobre o tema visite o site da Quântica Treinamento Empresarial em http://www.quanticaconsultoria.com

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s